Amigos leitores que por aqui já passaram

terça-feira, 25 de dezembro de 2012


Que tal alguém que te enfrente, que ponha em xeque teu catecismo, que seja pura desorganização? Se, em vez de flores, trouxesse o inesperado convite para um mergulho no mar, à meia-noite? No lugar de estabilidade, oferecesse liberdade? Todo encontro, por mais casual que fosse, deveria reservar uma surpreendente sede de mergulhar em ti mesmo.

Um comentário:

  1. É que essa sede pode vir acompanhada de uma grande falta do que beber.

    ResponderExcluir