Amigos leitores que por aqui já passaram

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Os finais jamais se apagam, porque não existe uma última linha. Sempre haverá algo por ser escrito, no tempo certo, pelas mãos certas.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Não existe um ponto final, e é por ente as reticências que nós caminhamos...

    Parabéns pelo blog!

    ResponderExcluir