Amigos leitores que por aqui já passaram

sábado, 5 de janeiro de 2013

Feio por dentro e por fora



Sou triste de nascimento,
nem reza braba melhora,
sou resto de gente, um traste,
feio por dentro e por fora.

Não estendo a mão por nada,
ser feliz me apavora,
sou desafeto da vida,
feio por dentro e por fora.

Quando o mundo chora, eu rio.
Se sofro, o mundo ignora.
Prefiro viver assim:
feio por dentro e por fora.

Importo-me com ninguém,
meu tempo sempre é agora,
qualquer um sabe que sou
feio por dentro e por fora.

Fico feliz de saber
que comigo a raiva mora
(sou perfeito senhorio,
feio por dentro e por fora).

A morte só tem respeito
quando a solidão vigora,
mas não vejo mal em ser
feio por dentro e por fora.

Desde miúdo, a conversa
é me mandar ir embora,
ninguém aceita quem é
feio por dentro e por fora.

Quem sabe um dia eu encontre
alguma triste senhora
que seja assim como eu,
feia por dentro e por fora.

Nesse dia, vão saber
que pra tudo tem a hora,
mesmo pra quem se diz ser
feio por dentro e por fora. 

6 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Sinval, Muito Original e criativo muito bom;!

    ResponderExcluir
  3. Então eis-me aqui,Senhor
    Cheguei pra ser tua senhora
    Porque assim como és
    Sou feia por dentro e por fora.

    :D

    ResponderExcluir